segunda-feira, 19 de julho de 2010

O que é Histoplasmose ?




A histoplasmose é uma doença fúngica causada pelo Histoplasma capsulatum , que como muitos outros, é um fungo dimorfico, crescendo como uma levedura na temperatura corporal do ser humano e como mofo em seu habitat natural. Esses microorganismos teem uma propensão de crescimento em áreas úmidas  e com escrementos de pássaros e morcegos. Os esporos são aspirados e infectam os pulmões. A expressão da doença depende da quantidade de esporos inalados, do sistema imunológico do hospedeiro e da cepa do fungo. Em pacientes saudáveis a inalação desses esporos causa uma ativação imunológica e deixa esses indivíduos produzindo anticorpos contra esse microorganismo. No entanto, em alguns indivíduos, notou-se a presença de microorganismos viáveis anos depois da infecção primária. Assim, indivíduos que moraram em zonas endêmicas, podem desenvolver a doença anos depois devido a uma queda no seu sistema imune, por exemplo. Ainda podemos dividir a histoplasmose em aguda, crônica e disseminada. A aguda é uma infecção pulmonar autolimitante que se desenvolve em cerca de 1% dos indivídus expostos a um baixo número de esporos. Quando essa exposição é alta, 50% a 100% dos indivíduos pode apresentar sintomas agudos semelhantes a uma febre: febre cefaléia, tosse não produtiva( sem catarro) e falta de apetite. Os pacientes costumam ficar doentes por cerca de duas semanas, embora linfonodos hilares( que estão presentes no hilo pulmonar) calcificados possam ser encontrado em radiografias de tórax anos depois. A crônica afeta primeiro o pulmão, embora seja menos comum que a aguda. Essa forma afeta principalmente homens brancos, idosos, enfisematosos( com enfisema pulmonar) ou imunossuprimidos. Clinicamente, apresenta-se semelhante a tuberculose; com tosse, perda de peso, dispnéia( dificuldade respiratória), hemoptise, fraqueza e prostração. As radiografias de tórax mostram infiltração e cavitação do lobo superior. A histoplasmose disseminada é menos comum que as duas comentadas, caracteriza-se por disseminação progressiva para fora dos sítios pulmonares, ocorrendo geralmente em pacientes com idade avançada, debilitados ou imunossuprimidos. Os pacientes com a SIDA( síndrome da imunodeficiencia humana) são os principais afetados por esta situação. Das regiões qe podem ser acometidas no organismo incluem o baço, glândulas adrenais, fígado , linfonodos, trato gastrointestinal, SNC, rins e mucosa oral. Portanto, as formas orais estarão mais presentes na histoplasmose disseminada. Nesses casos, os sítios mais afetados são: lingua, palato e mucosa jugal, usualmente como uma ulceração solitária, com dor de intensidade variável, com várias semanas de duração. Entretanto, algumas lesões podem apresentar-se com características eritematosas ou bancas com superfície irregular, lembrado lesões malignas. 

Nenhum comentário: